Fãs de Beyoncé ganham documentário emocionante e necessário

Por Márcio Miguel

“Waiting For B.” foi gravado em 2013, durante a passagem de Beyoncé no Brasil. A ideia não era a de registrar os passos da cantora por terras brasileiras, mas sim de mostrar fãs que durante 2 meses ficaram acampados em frente a um dos portões do Estádio do Morumbi, em São Paulo.

Durante 1h10 o documentário invade as barracas e a vida de meninos simples da periferia da capital paulistana que esperam ansiosamente a diva americana. Mas muito além das coreografias em frente ao estádio (e eles fazem o tempo todo), o filme aborda questões importantes para a comunidade LGBT.

Discussão sobre preconceitos, sejam eles de raça (até o cabelo de Beyoncé vira motivo para se falar sobre) ou sexual, a maneira como a família interpreta este amor dos fãs pela cantora e a relação de amizade e organização dos líderes da fila do show. Tudo é mostrado de maneira sutil e chega a emocionar em muitos momentos.

Mas talvez o mais importante seja a forte influência que Beyoncé tem nestas pessoas. Como, através da cantora, muitos deles conseguiram superar medos e traumas por serem gays ou até mesmo para aprenderem uma língua.

Assim como Madonna foi importante para a liberação sexual numa época em que pouco se falava sobre isso, Beyoncé e tantas outras cantoras são importantes para que essa influência positiva continue dando resultado e ajudando pessoas.

Não vá esperando ver algum registro do show Mrs Carter. Não há imagens de shows, nem de clipes e nem dela. É um retrato e um presente para os fãs e para quem quer entender um pouco mais sobre esse fanatismo. O filme estreia no dia 2 de março em 31 salas de 20 cidades do Brasil.

*Márcio Miguel é formado em Rádio e TV pela FAAP, trabalhou na rádio e televisão Bandeirantes, na TV Cultura, na rádio Jovem Pan FM e, há 15 anos, é produtor e apresentador na TVE Jundiaí.

Foto: Reprodução

Deixe uma Respostas

Seu endereço de email não será publicado.