Lady Gaga usou sua conta no Twitter para se pronunciar sobre a sua parceria com R. Kelly, feita em 2013, na faixa “Do What U Want”. Na publicação, a cantora escreveu uma longa desculpa às vítimas de abuso sexual, e disse que tirará a faixa dos serviços de streaming. O cantor está sendo investigado por diversas acusações de abuso e assédio. As denúncias foram impulsionadas pelo documentário “Surviving R Kelly”, lançado na semana passada, em que mulheres recontam casos com o cantor.

“Eu estou do lado destas mulheres 1000%, acredito neles, sei que elas estão em sofrimento e com dor e sinto que suas vozes precisam ser ouvidas e levadas à sério. O que eu ouço das acusações contra R Kelly são absolutamente horríveis e indefensáveis. Como uma vítima de abuso sexual, eu fiz a música e o clipe em uma época sombria da minha vida, minha intenção era criar algo desafiador e provocativo porque eu estava brava e não havia processado o que aconteceu na minha vida. A faixa se chama “Do What U Want (With My Body)”, acho que é bem claro quão distorcido meu pensamento era na época”, afirmou Gaga.

A cantora continua, explicando seu pensamento na época, e conclui: “Eu removerei a música do iTunes e outros serviços de streaming e não trabalharei com ele novamente. Peço desculpas pelo meu julgamento ruim e por não ter me pronunciado antes”.

 

Ao longo de 2017 e 2018, Kelly foi acusado por cinco mulheres de mante-las em uma espécie de culto sexual. Em outubro do ano passado, sua ex-esposa, Andrea Kelly, foi à polícia após sofrer violência doméstica. Uma de suas ex-namoradas revelou que o cantor teve contato sexual com garotas de 14 anos. Vale lembrar que as acusações contra Kelly surgem desde a década de 1990 e em 2003, por exemplo, chegou a ser preso sob acusação de possuir material pornográfico infantil.

Foto: Reprodução