O termo LGBTQ+ designa gay, lésbica, bissexual, transgênero, cisgênero, assexual e pansexual. Inclusive, para essa comunidade, o dia 13 de junho deste ano representou uma vitória enorme diante do STF (Supremo Tribunal Federal) ao aprovar a criminalização da homotransfobia no Brasil. Nos últimos anos, esse tema tem ganhado mais repercussão, quebrando muitas barreiras do preconceito.

Prova disso é que, ao analisar o comportamento do brasileiro em mecanismos de busca como Google e Bing, a SEMrush, líder global em marketing digital, detectou quais são os termos relacionados à comunidade LGBT que as pessoas mais se interessam na hora de realizarem as pesquisas e o crescimento desta buscas nos últimos anos. Além disso, o levantamento mostra o quanto essas palavras aumentaram nas buscas dos navegadores nos últimos anos.

A sigla “LGBT”, por exemplo, recebeu 431 mil buscas nos últimos seis meses, ao mesmo tempo que a busca pelo termo “bandeira LGBT”, consagrada por suas cores vibrantes listradas, cresce ano após ano, principalmente no mês de junho, considerado o mês da conscientização e do orgulho, expressando repúdio ao preconceito.

Uma das figuras mais reconhecidas nos últimos anos neste meio é a cantora, compositora e drag queen “Pabllo Vittar”. Como uma das artistas mais seguida nas redes sociais do mundo, ela conquistou visibilidade e respeito além de superar inúmeras barreiras atingindo o número de 26,3 milhões de pesquisas feitas pelos brasileiros na web desde 2016.

Foto: Reprodução