Parece que os foliões vão tem que se controlar bem durante este Carnaval se quiserem utilizar os serviços da Uber. O motivo? O aplicativo de transporte de passageiros divulgou um manual de utilização dos serviços durante o período de Carnaval, e de acordo com a empresa, os passageiros podem ter que pagar “pela sujeira que deixarem para trás” e reembolsar os motoristas pela limpeza.

Entre os casos relatados pela Uber estão manchas e resíduos causados por maquiagem, purpurina e gliter, além de vômitos e bebidas. Ainda segundo a companhia, o critério usado para o reembolso será a ocorrência de um problema que efetivamente impeça o motorista de continuar trabalhando, e ele precisará comprovar o caso. O condutor terá que tirar fotos do dano e enviar as imagens para o serviço de transporte. Além do mais, será necessário comprovar a despesa com a nota fiscal do serviço de limpeza, e não haverá uma taxa limite de cobrança.

Segundo o aplicativo de transporte, caso o motorista faça uma viagem após o caso, sem que haja a comunicação ao aplicativo, ele perde o direito de reembolso. O passageiro será avisado da cobrança via mensagem pelo aplicativo ou através do recebimento de um aviso por e-mail. O cliente também poderá contestar a cobrança com a empresa.

Orientações

Vai utilizar o serviço durante o Carnaval? A companhia de transporte orienta que o cliente procure um local mais afastado da multidão e se comunique com o motorista por mensagem ou ligação, para combinar o ponto de encontro exato.

A plataforma também recomenda que o usuário “evite toques e brincadeiras que possam ser mal interpretados” e respeite os motoristas. Por fim, a Uber orienta o passageiro a verificar cuidadosamente se não deixou dentro do carros objetos pessoais, como celular, fantasia ou carteira. Se esqueceu algum pertence no carro, o passageiro pode fazer a comunicação através do site.

Foto: Reprodução