De acordo com o artigo publicado em 27 de fevereiro no jornal alemão ‘Der Spiegel’, onde a informação fornecida pelo ” Spartacus”- Editorial que desenvolve o ranking dos países elegíveis para o turismo LGBT no mundo – Canadá, Suécia e Portugal são os melhores destinos turísticos para a comunidade LGBT desfrutar em 2019, ocupando os primeiros lugares da lista. Uruguai e a Colômbia estão entre os primeiros da América Latina.

O Uruguai, que ocupa a 17ª posição e a Colômbia a 23ª, estão acima de países como: México, Argentina, EUA e Brasil, regiões que caíram de 5 a 10 posições no ranking. Christian Knuth, autor do mais amigável Guia de Viagem ranking LGBT,  reforça “que a situação para esses viajantes em todo o mundo melhora lentamente, mas de maneira sólida”, observando que as melhorias em políticas de segurança pública para a comunidade e respeito pelos direitos, assim como a proteção contra a discriminação na legislação, são fatores determinantes na ascensão das viagens ao Uruguai.

A lista, na qual são examinados um total de 197 países e regiões, indica que a mudança social e o desenvolvimento dos países, assim como as viagens LGBT+ registradas, são índices fundamentais para o posicionamento de nações como Portugal, Canadá e Suécia, que facilitam o processo de questões legais relacionadas a mudanças no nome registrado e sexo do transgênero, além de aplicar iniciativas contra crimes de ódio.

O crescimento em questões de igualdade de direitos na América Latina representa uma grande oportunidade para os países líderes do Raking na região (Uruguai e Colômbia) promoverem o turismo LGBT+ como uma oportunidade de desenvolvimento econômico, social e cultural, destinos ideais para o turismo receptivo. Eles também já aprovaram a lei de identidade de gênero e mudança de nome social, a adoção por casais homoafetivos, a reprodução humana assistida que engloba casais lésbicos, gays e trans, legalizaram o aborto e liberaram a maconha.

Fonte: http://www.spiegel.de

Foto: Reprodução