O influenciador digital, Guigo Kieras, foi brutalmente espancado por policiais após o bloco Largadinho, que rolou no sábado, 9, na Barra Funda, em São Paulo. O caso ocorreu após uma forte chuva cair e o público se dispersar rapidamente para se proteger da tempestade.

O youtuber e um amigo resolveram se proteger na marquise de uma churrascaria, onde também havia um grupo de polícias militares. Eles foram informados que não podiam ficar ali e seguiram para debaixo de uma árvore. Os PMs disseram que os dois também não poderiam ficar ali e quando Guigo resolveu questionar, as agressões começaram.

Segundo o texto que Kieras publicou, um grupo de 4 ou 5 policiais começou a persegui-los, batendo neles com cassetetes, até que, em um área mais afastada, passaram a agredi-lo. “Os PMs que nos batiam com cassetetes, chegando a me perseguir na rua, me levar a força para uma rua afastada, onde levei socos, chutes e fui desacordado por uma mata-leão.”, relatou.

 

View this post on Instagram

 

E assim foi o final do meu bloco neste último sábado. Fui na companhia de alguns amigos no bloco Largadinho, na Barra Funda. Estava muito feliz pois sou fã da Claudia Leitte e tudo estava muito leve e descontraído. Quase no final do circuito, uma chuva muito forte começou, obrigando o público a procurar por abrigo. Tentei com um amigo me abrigar embaixo de uma marquise na Avenida Marques de São Vicente, onde um grupo de policiais militares se protegiam e fomos impedidos, um dos policiais informou que não podíamos ficar ali, sem questionar saímos e andamos mais alguns metros, nos alojando embaixo de uma árvore próxima dessa marquise, onde não havia ninguém e fiquei abraçado com ele para me proteger do frio, nisso um policial começou a gritar dizendo que ali também não podíamos ficar, eu questionei porque não havia motivo aparente para não poder, fomos em seguida perseguidos por 4 a 5 PMs que nos batiam com cassetetes, chegando a me perseguir na rua, me levar a força para uma rua afastada, onde levei socos, chutes e fui desacordado por uma mata-leão. A última coisa que lembro antes de perder a consciência foi de pedir para não morrer, e segundos após acordar, me recordo de pedir pra ir embora. Fui chutado para a rua, onde, sangrando muito pela boca e rosto, saí em busca de ajuda. O que mais me dói não é o que passou comigo, mas é saber que essa é a realidade de milhares de jovens brasileiros, que dependem desses profissionais despreparados e desequilibrados. Precisamos de segurança, de respeito, e, principalmente, de mais amor no coração. Tá difícil…

A post shared by Guigo Kieras (@guigokieras) on

No último domingo, 10, a TV Globo divulgou imagens que mostram os policiais cercando Kieras, e um deles agredindo o rapaz. Ao menos um soco parte do policial e o restante da cena não é possível visualizar. A Secretaria da Segurança Pública confirmou o afastamento dos envolvidos “até a conclusão das investigações” e a Polícia Militar divulgou nota informando que a ocorrência está em apuração.

A nota da PM afirma que: “Mais de 10 mil policiais militares estiveram nas ruas da capital paulista neste fim de semana para garantir a segurança dos foliões e o cumprimento da lei. A PM não compactua com desvios de conduta de seus agentes e este episódio, que não representa o trabalho da corporação, será rigorosamente apurado.”

Foto: Reprodução